Link copied to your clipboard
Filter Timeline:
Pinned Items
Recent Activities
  • EL PODER DE LA ARROGANCIA-SONREÍR

    Un agente de ASAE va a una finca y le dice al dueño, un viejo agricultor:
    - "Necesito inspeccionar su propiedad. Hay un informe de plantación ilegal".
    El granjero dice:
    -"Está bien, inspecciona lo que quieras,...
    EL PODER DE LA ARROGANCIA-SONREÍR

    Un agente de ASAE va a una finca y le dice al dueño, un viejo agricultor:
    - "Necesito inspeccionar su propiedad. Hay un informe de plantación ilegal".
    El granjero dice:
    -"Está bien, inspecciona lo que quieras, pero no vayas a ese campo de allá".
    Y apunta a un área determinada.
    El policía dice indignado:
    - "¿Sabes que tengo el poder de la autoridad conmigo?"
    Y saca una placa de su bolsillo que muestra al granjero:
    - "Esta placa me da la autoridad para ir a donde quiera... y entrar en cualquier propiedad. No necesito hacer ni responder ninguna pregunta.
    - ¿Está despejado? ¿Me hice entender?"
    El granjero, muy educado, se disculpa y vuelve a lo que estaba haciendo.
    Minutos después, escucha un grito y ve al agente de la ley corriendo para salvar su propia vida y perseguida por Asdrúbal, el toro más grande de la finca.
    Con cada paso, el toro se acerca al agente, quien parece que será atrapado antes de que pueda llegar a un lugar seguro. El agente está aterrorizado.
    El granjero deja caer sus herramientas, corre hacia la cerca y grita a todo pulmón:
    - "¡La Insignia, muestra la INSIGNIA!"




    O PODER DA ARROGÂNCIA--SORRIA

    Um agente da ASAE vai a uma propriedade e diz ao dono, um velho agricultor :
    - "Preciso inspecionar a sua propriedade. Há uma denúncia de plantação ilegal."
    O agricultor diz:
    -"Ok, inspeccione o que quiser, mas não vá àquele campo ali."
    E aponta para uma determinada área.
    O Polícia diz indignado:
    - "O senhor sabe que tenho o poder da autoridade comigo?"
    E tira do bolso um crachá mostrando ao agricultor :
    - "Este crachá dá-me a autoridade de ir onde quero.... e entrar em qualquer propriedade. Não preciso pedir ou responder a nenhuma pergunta .
    - Está claro? Fiz-me entender?"
    O agricultor, muito educado, pede desculpa e volta para o que estava a fazer.
    Poucos minutos depois, ouve uma gritaria e vê o agente de autoridade a correr para salvar e sua própria vida perseguido pelo Asdrúbal, o maior touro da quinta .
    A cada passo o touro vai chegando mais perto do agente, que parece que será apanhado antes de conseguir alcançar um lugar seguro. O agente está apavorado.
    O agricultor larga as ferramentas, corre para a cerca e grita com todas as forças de seus pulmões :
    - "O Crachá, mostra o CRACHÁ!"
    Más
    0
    0
    0
    0
    0
    0
    La publicación esta bajo moderación
    Insignias publicadas con éxito. El elemento será visible ahora en tu linea de actividad.
  •   Norelia Astrid Uribe Perez le gusta esta publicación hace 1 mes
    love
    La publicación esta bajo moderación
    Insignias publicadas con éxito. El elemento será visible ahora en tu linea de actividad.
  • Insignias publicadas con éxito. El elemento será visible ahora en tu linea de actividad.
  •   Nubia Nelcy Gaviria Garzón le gusta esta publicación hace 1 mes
    Como muscular a resiliência?
    Por Human Resources Em 12:55, 12 Mar, 2021
    Quando os desafios que enfrentamos se agigantam, se acumulam, se intensificam e perduram no tempo, é o músculo da resiliência que nos pode elevar a novas “alturas” e maneiras...
    Como muscular a resiliência?
    Por Human Resources Em 12:55, 12 Mar, 2021
    Quando os desafios que enfrentamos se agigantam, se acumulam, se intensificam e perduram no tempo, é o músculo da resiliência que nos pode elevar a novas “alturas” e maneiras de ser e estar. E é precisamente aí que o coaching pode ajudar.



    A dificuldade em pedir ajuda, em falar do que nos incomoda, em desabafar, em encontrar espaços seguros para partilhar, em reflectir e saber onde encontrar quem nos apoie na construção de recursos e maneiras saudáveis de pensar e agir, sempre nos acompanhou. Mas nunca como nestes tempos que vivemos – os da pandemia –, vimos tanta gente isolada e desvitalizada, ainda com mais dificuldade em pedir ajudar e a precisar urgentemente de conversar com alguém.

    Estamos, muitos de nós, rodeados de pessoas bem-intencionadas, que nos querem bem, mas cuja linguagem e discurso pouco ajudam realmente a alavancar aquilo que temos de bom e a avançar em direcção a um rumo claro e inspirador. É aqui que o Coaching faz ainda mais sentido. E, se de há uns anos para cá, tem vindo a conquistar o seu lugar nas organizações (e vidas das pessoas), nós, que o trabalhamos e vemos o seu potencial, capacidade e utilidade, percebemos que pode ser instrumental para a sociedade no contexto actual. E porquê? Para que te quero, coaching?

    Em primeiro lugar, o coaching cumpre a função de “lugar seguro”, não só pelo espaço de confidencialidade com que o coach se compromete, mas por permitir criar o momento de explorar potencial, forças e aspectos a desenvolver, em ambiente protegido. A confiança na capacidade do coachee em transformar o seu potencial na sua realidade desejada é, em si mesma, regeneradora.

    O coachee descobre, nas conversas de coaching (que são conversas assentes em técnica comprovada), o seu sentido de fazer acontecer e auto-eficácia. Ou seja, a sua capacidade de agir, e, com as suas acções, guiar a sua vida rumo aos seus objectivos e, assim, construir um futuro melhor. Iluminando as várias possibilidades de acção para concretização das diferentes metas estabelecidas, o coaching é a construção da esperança, uma das componentes da resiliência.

    O processo de coaching é cimentado em emoçōes positivas, que ampliam o repertório de pensamento e acção e que fornecem a energia para enfrentar obstáculos e adversidades. Neste momento sobremaneira importante, pois mais do que nunca há a necessidade de repôr os níveis de energia para assegurar que temos combustível suficiente para esta “maratona” que enfrentamos. E ninguém continua a correr se não acreditar que pode chegar à meta.

    Além da esperança, o coaching desenvolve o optimismo. Que nada tem a ver com a negação da realidade, mas sim com a perspectiva das possibilidades, do progresso, da evolução, da melhoria. É a expectativa positiva de um amanhã; um amanhã que pode não ser imediato, mas que é absolutamente viável. E, assim, há espaço para a aceitação da frustração, do desânimo, da impaciência, sempre com a moldura desta expectativa de dias melhores.



    Então, afinal, coaching para que te quero?
    Para desenvolver a minha esperança, a minha confiança e a minha capacidade de decidir e agir sobre aquilo que me é mais importante;

    Para muscular a minha resiliência pessoal e profissional (a minha capacidade de lidar com problemas, superar obstáculos e resistir à pressão de situações adversas, transformando sofrimento em competência ou competitividade);

    Para ver mais do que um caminho, porque quero manter a crença que, por mais que o momento presente seja desafiante – e até mesmo difícil –, o amanhã com que eu sonho é moldado pelos pequenos grandes passos que constituem os meus dias.

    Porque preciso da claridade e consistência de ter um plano, de contar com um processo a que posso voltar sempre que descarrilar.

    Porque quero mesmo acordar naquele amanhã que sonhei e dizer: não foi fácil, mas dei a volta e cheguei!



    Este artigo faz parte do Especial “Coaching”, publicado na edição de Fevereiro (n.º 122) da Human Resources, nas bancas.

    Caso prefira comprar online, pode comprar a versão em papel ou a versão digital.
    Más
    La publicación esta bajo moderación
    Insignias publicadas con éxito. El elemento será visible ahora en tu linea de actividad.
  •   Nubia Nelcy Gaviria Garzón le gusta esta publicación hace 1 mes
    Gostava de trabalhar em Londres?
    O Booking.com está a recrutar
    Por Margarida Lopes
    Em 08:40, 3 Mai, 2022
    O Booking.com, que pertence ao grupo Booking Holdings Inc., está e recrutar para várias funções em Londres.



    A empresa tem vagas em...
    Gostava de trabalhar em Londres?
    O Booking.com está a recrutar
    Por Margarida Lopes
    Em 08:40, 3 Mai, 2022
    O Booking.com, que pertence ao grupo Booking Holdings Inc., está e recrutar para várias funções em Londres.



    A empresa tem vagas em aberto para engenheiros de software, gestores de produto, software developers, product manager, machine learning scientist, entre outras.

    Pode conhecer estas e outras oportunidades e candidatar-se no site de carreiras da empresa.
    Más
    La publicación esta bajo moderación
    Insignias publicadas con éxito. El elemento será visible ahora en tu linea de actividad.
No hay noticias por el momento
Unable to load tooltip content.

Patrocinadores Central A